Carregando

quarta-feira, 13 janeiro 2021

Entenda a diferença entre tomadas 10A e 20A

Por
mão segurando um cabo para encaixar em uma tomada

Além do tamanho e da potência, as tomadas de 10A e de 20A possuem características diferentes que devem ser respeitadas.

A maioria dos brasileiros provavelmente já vivenciou ou testemunhou alguma situação em que necessitava ligar um aparelho na tomada, mas o plugue não era compatível com o tamanho do buraco. Essa situação se tornou mais comum a partir de 2011, quando o novo padrão de tomadas entrou em vigor no Brasil. A mudança se deu com intuito de oferecer mais segurança na utilização de equipamentos elétricos em residências, comércio e indústrias. Mas essa alteração trouxe uma questão à tona: fora a grossura do plugue, qual é a diferença entre as tomadas de 10 e de 20 amperes? 

Bom, primeiramente, tomada é um ponto de conexão que fornece eletricidade a um plugue. Geralmente, as mais comuns têm dois terminais: fase + neutro (monofásico) ou fase + fase (bifásico). Além disso, atualmente o padrão brasileiro também conta com o terceiro pino, que funciona como aterramento.  

Dito isto, confira a seguir as principais diferença entre as de 10A e de 20A. 

Tamanho dos conectores e variação de amperagem 

A principal diferença entre os modelos 10A e 20A é a variação de amperagem, mas outros pontos também precisam ser analisados para evitar aumento na conta de energia ou até mesmo danos no circuito ou na instalação elétrica. 

Fisicamente, por exemplo, as correntes de 10A têm conectores menores e mais finos, enquanto a tomada de 20A tem um diâmetro um pouco maior. Isso acontece porque alguns aparelhos exigem mais energia para funcionar do que outros. Então, esse ligeiro aumento impede que um plugue de 20A se conecte a uma tomada de 10A. 

No entanto, o caminho contrário é valido, pois qualquer aparelho que necessite de uma corrente menor que 20A pode ser ligado em uma tomada 20 amperes. Ou seja, um aparelho de 10 amperes pode funcionar tranquilamente em uma tomada 20 amperes. 

Tomada 10A 

O padrão de 10A tem plugues e tomadas que possuem 4 mm de diâmetro. Eles são indicados para a utilização de equipamentos de rotina diária em ambientes como quartos, escritórios e salas. Especialmente em aparelhos eletrodomésticos, computadores, televisões e carregadores de celular.  

Neste modelo, a capacidade de corrente total dos equipamentos conectados não deve exceder os 10 ampères, sendo que a potência máxima permitida em 127V é de 1270W, e em 220V a potência pode chegar a 2200W. 

Tomada 20A 

Com pinos e tomadas com orifícios de 4,8 mm de diâmetro e um circuito elétrico específico, o padrão de 20A atende equipamentos que exigem uma carga mais reforçada para funcionar, com mais de 1000W. Alguns exemplos são equipamentos como secadoras de roupa, geladeiras, aparelhos de ar-condicionado e micro-ondas. 

Esse modelo é capaz de transmitir energia com mais segurança, mas necessita o cuidado de não conectar vários aparelhos na mesma tomada. Sua potência máxima em 127V é de 2540W (127V*20A), para 220V essa potência pode chegar a 4400W (220V*20A). 

Dicas e cuidados  

A tomada de 20A suporta mais corrente do que a de 10A, consequentemente os seus cabos devem ter bitolas maiores. Então, muita atenção da hora de fazer o dimensionamento dos fios. 

Neste sentido, os adaptadores T ou benjamins também são altamente desaconselháveis, já que podem sobrecarregar a fiação. Além disso, trocar somente a tomada também não trará os resultados esperados, uma vez que a fiação não estará preparada e ficará em perigo. 

Desta forma, é importante respeitar as orientações e indicações de uso de cada um dos modelos. Caso seja necessário realizar mudanças mais profundas, conte com o auxílio de um profissional, que terá plena capacidade de avaliar itens essenciais, como fiação, compatibilidade com disjuntor e circuito elétrico. Esse passo é indispensável para a segurança da instalação elétrica e o bom rendimento dos equipamentos. 

Leia também: 

Condomínios: 7 dicas para reduzir em até 50% do consumo de energia elétrica em áreas comuns

O que considerar ao comprar um ar-condicionado?

Feito com por Black Flag Publicidade